Mudar formato de curso

É possível mudar o formato de curso de tópicos para abas (e vice-versa).

Para mudar, dentro do menu “Administração” vá até a opções “Administração do ambiente”, “Editar configurações”, e no fim da página, abra a aba “Formato de curso”. Ali é possível encontrar a opção “Formato”. Mude para a opção desejada e, ao terminar, clique em “Salvar e mostrar” no fim da página.

Abaixo é possível ver o passo a passo.

Quadro de Notas

O Quadro de Notas do Moodle é o meio principal de comunicar os resultados e notas aos alunos inscritos no ambiente. O QN consiste de “Itens de Nota” que ficam em “Categorias de Notas”. Um item de nota corresponde a uma coluna no quadro de nota e os alunos a uma linha, parecido com uma planilha em Excel.

Há três maneiras que uma nota chega no quadro de notas:

Automaticamente
por meio de uma ligação entre atividades no ambiente (questionários, tarefas, etc.) e o quadro de notas. Se uma nota é dado na atividade (automaticamente se for um questionário do tipo teste ou manualmente se for uma questão ou tarefa dissertativa), esta nota será “transportada” automaticamente para o quadro de notas.

Manualmente
Neste caso, o docente ou monitor vai no quadro de notas e preenche as notas manualmente.

Importação
Uma ou mais colunas do QN podem ser mantidos fora do Moodle (numa planilha Excel ou Planilha Google) e importado para divulgação no QN do Moodle.

É possível mudar notas que chegaram “automaticamente” a partir de atividades diretamente no QN. Na terminologia de Moodle isto é chamado de “sobrepor” notas. Se uma nota é sobreposta, a ligação entre a atividade e o quadro de nota é rompida (mas pode ser re-estabelecida) no sentido que atualizações da nota na atividade não serão mais refletidas no quadro de notas.

Veja a seguir algumas dicas.

O quadro de notas

Para configurar seu QN, clique no link “Configuração do Livro de Notas” na caixa de Administração do seu ambiente. Para ver as notas, procure a aba “Ver” ou o link “Relatório de notas”. O resultado será parecido com a imagem abaixo. Os alunos ficam nas linhas do quadro e os itens de nota nas colunas. Cada coluna corresponde a uma atividade avaliada no ambiente (questionários, envio de tarefa etc.) ou itens de nota manuais.

Repare em particular o botão “Ativar Edição”. Para editar itens de nota manuais (notas que não correspondem a nenhuma atividade), clique em “Ativar edição”. É possível “sobrepor” notas (mudá-las manualmente no quadro de notas) independente do valor na atividade. Uma nota sobreposta é indicada com outra cor de fundo.

Dica: para editar as células diretamente, procure em Configurações / Preferências a opção “Habilitar AJAX”.

Organizar e Configurar o Quadro Notas

Para organizar e configurar o quadro de notas clique na aba “Cconfigurações” (se estiver na página inicial do seu ambiente, clique em Administração / Configurar livro de notas”). Cada item de nota pode ser configurado (peso, nota máxima, etc.) diretamente nesta página ou abrindo o menu “editar” do item.

Itens de notas podem ser organizados em Categorias. Um caso de uso comum é ter uma categoria para as notas das provas. Uma vez criada, pode mover itens de nota para dentro da categoria ou criar itens de nota manuais dentro dela. Para criar uma coluna no quadro de notas para os resultados de uma prova presencial, clique em “Adicionar item de nota”.

Exportar notas para uma planilha

Veja também a documentação de referência do Moodle

É possível exportar o quadro de notas para uma planilha e guardar uma cópia na sua própria máquina. Isso é útil para pelo menos dois motivos:

  1. ter uma cópia e backup das notas na sua máquina
  2. usar a planilha exportada para importar notas no Júpiter

A exportação do quadro de notas também é o primeiro passo para conseguir uma planilha para importar notas no quadro de notas (de uma prova aplicada em sala de aula, por exemplo).

No quadro de notas, escolhe a aba “Exportar” e o item do sub-menu “Excel”:

Escolhe os itens de nota (ou de-selecione todos os itens) que queira baixar. Clique “Download” para baixar a planilha para seu computador.

Importar notas de uma planilha

Veja também a documentação de referência do Moodle

É fácil usar o quadro de notas do Moodle para divulgar notas geradas fora do sistema (a vantagem é que os alunos só terão acesso a sua própria nota).

Primeiro, organize uma planilha com pelo menos uma coluna com o número USP e uma ou mais notas (veja acima como conseguir uma planilha com os números USP dos alunos inscritos no ambiente). É uma boa prática de tirar desta planilha todas as colunas desnecessários (nome e outras notas) para evitar o risco de importar notas erradas. As únicas colunas que necessariamente devem constar na planilha de importação são a coluna com o número USP e as colunas com as novas notas. Agora exporte a planilha para CSV (separada por vírgulas). No Quadro de Notas / Importar escolhe “Arquivo CSV” e sobe o arquivo:

Agora deve indicar para Moodle qual é a coluna na sua planilha que corresponde a um número USP (Identificar Usuário) e qual coluna na planilha vai corresponder a qual item de nota (“Mapeamento de itens de nota). Clique em Enviar notas para finalizar o processo.

Veja aqui para uma outra explicação do processo de importação.

Pedir conta teste

Há situações onde “Mudar papel para” não é suficiente para realmente testar se determinadas configurações estão funcionando como o esperado. Neste caso, entrar com uma conta real é a solução. Entre em contato com suporte@edisciplinas.usp.br e enviaremos as credenciais (login e senha) de uma conta “Teste”. Para usar esta conta, você deve inscrever ela manualmente no seu ambiente. Para entrar no sistema, você não deve usar o botão “Acesso”, mas deve clicar no botão “🔒” ao lado para ter acesso a contas manuais:

Mudar papel para…

 

Para mudar temporariamente seu papel para estudante (por exemplo), veja o menu de usuário (quando está no contexto de um ambiente de apoio). Clique no seu nome em amarelo para mostrar o menu.

“Mudar papel para…” é útil para ver como seu ambiente de apoio aparece para seus alunos. Há limitações: não é possível realmente interagir com as atividades exatamente como alguém no papel de aluno. Se quiser testar suas atividades com uma conta de estudante de verdade veja aqui.

Inscrever docentes, monitores e alunos manualmente

Acesse o link “Usuários inscritos” no menu de Configurações

A integração com Júpiter e Janus inscreve alunos automaticamente no ambiente correspondente às disciplinas em quais estão matrículas. Alguém no papel de “Docente” ou “Monitor” pode também inscrever pessoas manualmente, desde que essas pessoas tenham acessado pelo menos uma vez o Moodle da USP.

Pessoas no papel (conjunto de permissões) de “Docente” ou “Monitor” podem inscrever pessoas no papel de “Docente”, “Monitor”, “Tutor” ou “Aluno”.

Primeiro, vá no menu “Administração” na barra lateral e clique em “Usuários”. Em seguida em “Usuários inscritos”, você verá uma lista com os usuários inscritos na disciplina

Lista dos usuários inscritos na disciplina

 

Clique no botão “Inscrever usuários” para ter acesso à janela de busca de usuários. Escolha o papel ( o monitor possui as mesmas permissões que docente). Na caixa de busca, use de preferência o número USP, mas o e-mail ou o nome também podem ser usados. Se não localizar, é porque esta pessoa ainda não acessou o Moodle da USP. Neste caso, oriente-a a entrar usando a Senha Única da USP.

É possível buscar mais pessoas, ou finalizar o processo clicando no botão “Inscrever usuários”.

Disponibilizar um fórum de discussões

 

Acrescentar fórum

Cada novo ambiente de apoio no Moodle ganha por padrão um fórum “Avisos”. É a maneira recomendada de mandar mensagens aos seus alunos: receberão uma notificação no seu email para cada nova mensagem. Mas o fórum Avisos não pode ser usado para discussões porque neste tipo de fórum alunos não podem responder aos tópicos.

Para criar um espaço de discussão ou debate é preciso criar um outro tipo de fórum. Para associar um fórum ao seu tópico/semana (ou no tópico principal do curso), entre no modo de edição, clique em “Acrescentar atividade” e escolha uma atividade do tipo fórum, depois escolha o tipo de fórum adequado para sua finalidade:

Discussão simples – é um único tópico em uma única página. Normalmente é usado para organizar discussões breves com foco em um tema preciso.

Fórum geral – é um fórum aberto, onde todos os participantes podem iniciar um novo tópico de discussão quando quiserem.

Cada usuário inicia apenas UM NOVO tópico – cada participante pode abrir apenas um novo tópico de discussão, mas todos podem responder livremente as mensagens, sem limites de quantidades. Este formato é usado, por exemplo, nas atividades em que cada participante apresenta um tema a ser discutido e atua como moderador da discussão deste tema.

Fórum Perguntas e Respostas – neste fórum um estudante pode ler as mensagens de outros somente após a publicação de sua mensagem. Depois disto pode também responder às mensagens do grupo. isto permite que a primeira mensagem de cada estudante seja original e independente.

Verifique também o botão “Ajuda” (clique no ponto de interrogação), para mais informações

Escolher o tipo do fórum

Como mandar avisos

 

Uma das primeiras perguntas que surge é como entrar em contato com a turma. No Moodle, a forma recomendada de mandar e-mail para a turma é usando o “Fórum de Notícias” (em novos ambientes é chamado de “Avisos”). Os alunos receberão o post no seu e-mail para cada novo post neste fórum. O fórum de notícias não permite alunos participar: não podem responder os posts.

Se, na configuração do seu perfil, você permitiu que participantes vissem seu e-mail, os alunos podem te responder por e-mail. Caso contrário, eles devem usar o sistema de mensagens internas do Moodle para entrar em contato.

Verificar os emails

Se quiser verificar os emails onde o Moodle vai mandar a notificação de um novo aviso, procure o link “Mostrar assinantes” na administração do fórum.


Entrar no Modo “Edição”

Antes de colocar qualquer recurso ou acrescentar atividades no seu curso, é preciso “Ativar a edição”: clicando em “Configurações” > “Administração do ambiente”, clique em “Ativar edição”. Alternativamente, há um botão “Ativar edição” no lado topo direito, logo abaixo do menu principal.

Se no seu ambiente de apoio o menu “Administração” não aparece como ao lado, ou se o o botão “Ativar edição” não aparecer, provavelmente você não está no “Papel” de docente ou monitor e não possui permissões suficientes para editar este ambiente.

Acesso a mais funcionalidades

Configuramos o sistema para que algumas das atividades mais complexas ou especializadas ficam ocultas para a maioria dos docentes e monitores, para simplificar um pouco a interface. Para ter acesso a atividades como o Laboratório de Programação (VPL) ou acessar a gestão mais avançada dos inscritos, é possível mudar o próprio papel para “Docente Avançado”. Há duas maneiras de fazer isso:

Primeira maneira (temporariamente)

No contexto do ambiente de apoio, abre o menu de usuário e clique em “Mudar papel para”. Escolhe “Docente Avançado”.

Segunda maneira (permanentemente)

No contexto do ambiente de apoio:

  1. Clique em “Usuários” > “Usuários inscritos”;
  2. Busque por seu nome ou número USP;
  3. Na coluna “Papéis”, clique na caneta cinza e no filtro;
  4. Comece a digitar “av…”;
  5. Escolha “Docente Avançado”;
  6. Salve.

Monitores

No Moodle, é possível alguém ter um determinado “papel” com certas permissões no contexto de um determinado curso. Criamos um papel especialmente para monitores, no sentido que são usados na USP.

Veja  Inscrever Docentes, Monitores e Alunos Manualmente.

Docentes de cursos podem escolher qualquer usuário do Moodle para ser Monitor no seu curso. Por enquanto, o papel de “Monitor” possui quase as mesmas permissões que o papel “Docente” (pode editar o ambiente, avaliar atividades dos alunos, etc.)